.post a img, .post img { width: 685px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

17 julho 2017

O Amor que te Falta

Jovens, pobres jovens. Falta de amor, compaixão, só querem saber de pegação e deixar o sentimento compartilhado com apenas uma outra pessoa, para compartilhar o corpo com várias outras. E nunca parando, sempre mais e mais, sorrir, beber, sair todos os finais de semanas com amigos numa tarde que de repente já é noite e chega em casa na beira da madrugada, isso quando não vai para casa de amigos continuar bebendo e curtindo, até o nascer do sol.

Até quando não aguentar mais e cair, desmaiar e acabar indo diretamente para um sono intenso, forte e profundo, que nem água fria é capaz de despertar. 4, 6, 10 horas dormindo, sem dar nenhum sinal de vida além de uma forte respiração e altos sons saindo da boca, vulgo ronco.

Amor, se tornou gênero de filme, ficção de adolescente americano no filme que quase ninguém consegue assistir até o final. Romantismo? O que é isso mesmo? É de comer?. Casais, são aqueles que se encontram para curtir a noite de algum rolê com os amigos e beberem até não aguentar mais e terem uma longa e duradoura noite de prazer, até acordar e não lembrar de nada, nem de quem está deitado ao seu lado.

É esse os jovens de hoje? Eu ainda prefiro acreditar e procurar por um amor, um verdadeiro, ainda sou romântico, tanto por gostar quanto pelo meu signo, Libra. Dizem que a vida é cheia de mistérios, aproveitamentos e experimentos, quero aproveitar a minha com sentimentos intensos, verdadeiros, com alguém que corresponde, além de uma longa noite de conversa e lembranças do passado, com amigos verdadeiros, ou os que sobrarem, que dá no mesmo.

Se os jovens de hoje são esses, quero ser considerado velho! O amor que te falta, é aquele que me fortalece e me faz acordar todos os dias com um sorriso no rosto e a determinação nas alturas, só para ver a pessoa que amo, sorrir comigo e a minha presença, pois faço-a feliz e estou feliz com a felicidade dela. São sentimentos verdadeiros, e creio, que um dia isso te fará falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário